quarta-feira, 28 de julho de 2010

Continuação do susto

Amad@s,

Temos ótimas notícias. Já fomos apresentados para o nosso novo terreno que fica exatamente atrás do antigo e é muito melhor. Cesinha e Luciney já estiveram lá com o pessoal da prefeitura e na próxima semana vão à Maputo (capital) dar entrada nos papéis da Associação dos Corredores do Reino daqui.

Muito obrigado a você que orou especificamente por isso, mais pra frente postaremos as fotos de lá.

Nos próximos dias estaremos envolvidos com a realização de um grande evento das igrejas da província (estado) de Nampula que já conta com cerca de 700 inscrições.

Que bom poder voltar a comunicar com vocês!

Abraços,

Rebeca

terça-feira, 27 de julho de 2010

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Susto

Aqueles que nos acompanhavam no antigo blog já conhecem um pouco do terreno que ganhamos da prefeitura de Nampula. Só pra relembrar, é esse aqui:


Ou melhor, era. Chegamos lá hoje e encontramos o terreno assim:


Peladinho de tudo. Perguntamos para o pessoal que estava com tratores lá perto o que estava acontecendo. Eles disseram que ali seria o futuro campo do Benfica, time da cidade. Hum.... mas o Benfica não ia construir no terreno ao lado? O terreno ao lado virou um lixão. Hum.....
Então agora é orar e procurar o prefeito para esclarecimentos.
E agora, pra destencionar, no mesmo bairro que vamos trabalhar existe a Missão Esperança, uma escola de missionários cristãos brasileiros (Cleber e Juracema). Nossa intenção é trabalhar em parceria com eles, já que a escola está lotada e eles só oferecem o ensino formal. Entraríamos com a parte de cultura, arte, lazer e esporte para essas e outras crianças.
Só pra vocês sentirem o gostinho vai aí uma foto.

Abraços para tod@s,

Rebeca
(vou começar a assinar meus posts porque eu que estou escrevendo e o Cesinha ganhando os louros, kkkk)

terça-feira, 13 de julho de 2010

Flechas

Pronta pra ir para a escola

A Ana é de longe a pessoa mais adaptada da família com a nova vida. Ela nasceu para ser missionária, embora ainda não soubesse disso. Ela está estudando em uma escola de língua inglesa de manhã e à tarde e não tem sido fácil para ela, mas hora nenhuma a vejo desanimada ou reclamando. Já fez várias amigas na escola e na igreja e tá comendo tudo o que ela não comia no Brasil,kkkkk, nem tanto. Mas agora é um tal de pão com ovo e queijo, sendo que no Brasil era um custo pra ela comer queijo. Na igreja ela está atuando no grupo de dança e também participando de uma montagem de teatro. Duas vezes por semana o Luciney está dando aula de teclado para ela e já disse que ela tem muito talento.

Brincando com o papai

João continua aquela peça rara. Sempre quer orar na hora das refeições (neto da Lilian) e solta umas como: Deus obrigado por esse momento; Deus ajuda a gente a comprar as coisas pra essa casa,kkkkkk, me diverte muito. Ontem mesmo ele falou que queria voltar pro Brasil para poder comer pão de queijo e misto (aqui ainda não encontramos presunto). Explico pra ele que Deus chamou ele também para estar em Moçambique, mas vira e mexe ele fala que quer voltar pro Estrela Dalva. Está muito apegado comigo e apesar de conversar com ele sempre ele ainda não quer ir pra escola. Também desde o Brasil ele tem estado doente e por isso prefiro que ele fique com a gente mesmo.

Esses dois são muito preciosos e tenho certeza que assim como flechas eles alcançarão muito mais longe do que nós!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Nossa Casa, nosso Lar

Estamos muito felizes na nossa nova casa. Ainda fazendo uns ajustes, mas já sentindo que este agora é o nosso lar. Quem vem conhecer? Vão ver como a sala é grande. Cabe muita gente...
Pintando o portão


A Marta na cozinha
Quarto Cesinha e Rebeca



Banheiro Ana e João


Quarto Ana e João


Escritório e sala de TV



Os corredores pintando a sala (que continua assim mesmo), só o freezer atrás é que foi embora, não era nosso.



A garagem (mas o carro não é nosso,kkk)



A entrada

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Chegamos á nossa Canãa. Agora é plantar e colher!!!


Em 02 de junho de 2010, chegamos a cidade de Nampula, onde estaremos servindo a Deus nos próximos anos. Desde os primeiros dias já percebemos a quão grande tarefa temos pela frente. As necessidades aqui são muitas... Minha primeira visita a uma das escolas em Moçambique me deixou chocado. Não existe carteira, paredes nas salas, banheiro. As crianças estudam sentadas no chão de areia e dias de chuva é impossível ir a escola.

Mas meus olhos viram talentos preciosos de Deus neste lugar.